Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

UNU

Franchising em Imobiliária

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

7 erros dos empreendedores nas redes sociais

Empreender não é uma tarefa fácil. Além de terem de criar uma ideia de negócio vencedora, desenvolverem um plano de negócios sólido e conseguirem garantir o investimento necessário, os empreendedores devem também apostar numa presença ‘online’, com base nas redes sociais.

No entanto, avisam os especialistas, esta presença ‘online’ não se deve limitar a publicações dispersas no Twitter ou no Facebook, por exemplo.

Conheça os erros que os empreendedores cometem nas redes sociais e saiba como evitá-los para não comprometer a imagem do seu próprio negócio na Internet. Inserir o seu negócio próprio nas redes sociais requer planeamento e conhecimento dos erros que jamais deve cometer.

  1. Não ter uma estratégia

Em primeiro lugar, a mais essencial de todas as falhas: achar que basta criar uma conta para ver o que acontece.

Nada disso. Assim como o empreendedor elaborou um plano de negócios, com passos definidos para aumentar sua participação no mercado e para conquistar o respeito do público pela sua marca e pelo seu negócio próprio, o empreendedor deve ter o mesmo cuidado para desenhar a sua estratégia nas redes sociais.

Esse projeto requer um investimento não apenas na implantação, mas também na manutenção cuidadosa. Existem riscos a serem levados em consideração e outras situações que o empreendedor nem imagina que possam acontecer. A interação do seu próprio negócio com o público é muito próxima e chegar a esse espaço sem um plano cuidadoso pode ser desastroso.

  1. Não integrar esforços de marketing digital

Uma conta numa rede social, uma newsletter, uma revista digital, um site, um blog. São vários os esforços de marketing digital que correm separadamente sem uma integração de esforços.

É fundamental que o seu negócio próprio tenha em consideração que os canais e as possibilidades podem, e devem casar-se para somar esforços e conquistar, com mais força, os objetivos de forma separada e em comum.

É um erro manter perfis e páginas em ilhas sem conexão, pois isso diminui o alcance das campanhas do seu próprio negócio. É como no ditado popular: a união faz a força.

  1. Ignorar as redes sociais

Este é um erro muito comum dos empreendedores. Tão concentrados em desenvolver, testar e acelerar a sua ideia de negócio, esquecem-se do potencial das redes sociais para as suas ‘startups’. Deixar de avançar para uma presença ‘online’ pode também prender-se com o receio de muitos empreendedores em perder o controlo sobre a sua ideia e vê-la divulgada na internet cedo demais.

  1. Respostas inapropriadas às interações negativas

Como dissemos logo no início do artigo, a adoção de redes sociais significa que o seu próprio negócio esteja próximo do seu público. E isso significa interação. É gratificante quando ela vem em forma de elogios e publicidade espontânea, mas a situação muda de figura quando o que é compartilhado não é positivo.

Uma interação negativa pode acabar por se transformar numa oportunidade de crescimento para o seu negócio próprio ou indicar uma melhoria fantástica na sua empresa. Por isso, o empreendedor deve pensar em como lidar com as interações negativas de modo a transformar esse consumidor insatisfeito num cliente que pode voltar a fazer negócios de sucesso e reaver a confiança na sua marca.

  1. Não ter atenção ao conteúdo publicado

Às vezes, os empreendedores têm dificuldade em equilibrar a balança entre quantidade e qualidade para conseguir tornar o seu próprio negócio relevante.

A estratégia que definiu inicialmente (Ponto 1) é que vai nortear as publicações e interações do seu próprio negócio.

Seja relevante. O mesmo botão que serve para Gostar de algo, é o mesmo que que deixa de gostar. E mais: o Facebook tem um botão para que o usuário identifique o que é SPAM.

  1. Falar demais de si próprio

O seu próprio negócio é fruto dos seus esforços como empreendedor. Isto não significa que possa cair na excessiva personalização do perfil do seu negócio próprio nas redes sociais – que deve manter-se institucional. Definir-se como o embaixador do seu próprio negócio e ser a imagem da sua marca pode trazer benefícios, mas não deve concentrar as publicações em si próprio. A base das redes sociais é a possibilidade de interação. Por isso deve ouvir os seus seguidores e potenciais clientes, as suas dúvidas e preferências – para melhorar o seu produto ou serviço e alavancar o seu negócio de sucesso.

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*