Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

UNU

Franchising em Imobiliária

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

Saiba porquê que deve fazer cópias de segurança

Já imaginou o que aconteceria com o trabalho do seu próprio negócio, se o disco rígido do PC ou servidor se estragasse e todos os documentos lá armazenados fossem perdidos? Pois, com certeza o resultado seria desastroso. Se refletir sobre estas perguntas, é possível verificar analisar a importância e a relevância de um backup bem feito.

Mas o que é isto de backup?

Um backup consiste em efetuar uma cópia de todos os dados importantes do PC ou servidor para que, caso exista numa eventual perda dos dados originais, o empreendedor e os colaboradores do seu próprio negócio consigam restaurar esses dados (através do backup) tendo perdas mínimas do trabalho realizado.

Aliás, atualmente, uma das diretivas do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados prende-se com a implementação de sistemas de cópia de segurança (backups) que assegurem a segurança dos dados, pois assim é possível evitar e reparar possíveis perdas de informação.

Ou seja, com a entrada em vigor do RGPD, os backups nos negócios próprios tornaram-se ainda mais importantes, pois é necessário que as organizações consigam saber com precisão onde estão os dados pessoais dos seus clientes, para que seja possível alterar, eliminar, mover ou atestar se estiveram envolvidos em alguma situação relacionada com ataque informático ou roubo de dados.

Para serem bem-sucedidos, os backups devem ser feitos semanalmente e de acordo com 3 regras essenciais:

  1. Fazer pelo menos duas cópias dos dados

Para que o empreendedor faça um backup eficaz e à prova de falhas, deve começar por fazer, pelo menos, duas cópias dos seus dados, além dos ficheiros originais.

  1. Armazenar cópias dos dados em formatos distintos

Essas duas cópias dos dados originais devem ser armazenadas em dois formatos distintos, como discos internos e dispositivos removíveis. O empreendedor pode, por exemplo, salvaguardá-las numa hard drive e num cartão de memória; ou na Dropbox e num DVD.

Esta situação evita que os dados originais e o seu backup estejam armazenados no mesmo local. Ou seja, em caso de falha num dos lados, haverá sempre a alternativa.

  1. Guardar um dos backups fora do local habitual de trabalho

Outra regra importante, para um backup mais seguro, é a importância de separar fisicamente as cópias de segurança. Assim, o empreendedor deve manter pelo menos uma das cópias fora do próprio negócio ou de casa, para evitar perder os dados em casos de incêndio ou de inundação, ou até de roubo.

Pode recorrer a uma cloud, como a Dropbox, por exemplo. o que importa é que mantenha as cópias de segurança em locais distintos e, idealmente, em locais seguros.

Também se recomenda que faça uma rotação dessas cópias por locais diferentes e não se esqueça de as identificar devidamente, de forma a não as perder de vista.

Como viu, a importância de fazer cópias de segurança dos seus dados é crucial, na medida em que, só dessa forma, o seu próprio negócio conseguirá aumentar a operacionalidade e competitividade. Conseguir garantir, após um ataque ou acidente, uma recuperação rápida e eficiente transmite maior credibilidade aos seus clientes, pois garante que não tem quebras de produtividade e consequentemente de rendimentos.

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*