Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

UNU

Franchising em Imobiliária

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

O franchising é uma escapatória ao desemprego?

A taxa de desemprego nacional continuar a descer, e o franchising em Portugal tem vindo a registar cada vez mais procura por parte dos empreendedores que procuram criar o próprio emprego.

E nem mesmo a falta de experiência na atividade empresarial parece estar a limitar os potenciais empreendedores. Levados pela segurança de estarem a investir num modelo previamente testado, com um grau de risco controlado e onde poderão contar com o constante apoio dos masters da marca, muitos portugueses já se renderam a este modelo de negócio para criar o seu próprio emprego.

São maioritariamente quadros médios e superiores que se encontravam em situação de desemprego e, em vez de optarem por procurar emprego por conta de outrém, decidiram investir num negócio próprio, procurando um projeto que lhes permitisse criar o seu posto de trabalho. Por isso, o franchising tem-se assumido cada vez mais como uma escapatória ao desemprego, sendo, sem dúvida, uma opção para quem não trabalha e é empreendedor. Até porque é possível investir num franchising através do adiantamento do subsídio de desemprego e também do microcrédito. Desta forma, o IEFP tem ajudado várias pessoas a abrirem negócios próprios.

Atualmente existe uma grande procura e um interesse crescente pelo franchising em Portugal, que se apresenta como uma das alternativas mais seguras para quem pretende lançar-se por conta própria no atual contexto económico, e não quer começar do zero.

Na essência, o franchising permite ao empreendedor que tem pouca ou nenhuma experiência empresarial abrir um negócio próprio com menos risco e com mais possibilidade de ser bem sucedido porque beneficia do facto de estar inserido numa rede, de ter apoio e formação por parte da estrutura do franchisador e uma notoriedade da marca já existente.

E esta lista de valências pode muito bem estar a sustentar o sucesso do modelo e o crescimento da procura do franchising que se tem vindo a registar, mas a verdade é que as marcas também estão a ajudar. Têm surgido no mercado muitos projetos de baixo investimento e há negócios de sucesso para todos os gostos.

No entanto, como qualquer outro negócio, o franchising em Portugal sofre com algumas dificuldades marcadas pela conjuntura económica nacional. O acesso ao crédito e as dificuldades na obtenção de financiamento continuarão a ser um dos principais desafios com que os responsáveis das marcas de franchising se irão deparar na gestão e expansão das redes, tendo implicações diretas no ritmo de abertura de novas unidades e, no caso de redes que ainda não alcançaram dimensão para beneficiarem de economias de escala, na gestão de tesouraria e liquidez. Daí a importância de os empreendedores se terem de concentrar na sustentabilidade económica das unidades existentes, apostando na inovação do produto, na diversificação e até na internacionalização do seu negócio de sucesso.

Pois tendo em conta que o mercado do franchising em Portugal já atingiu alguma maturação, e dada a redução na procura interna, a tendência que se está a notar é que muitas marcas portuguesas de franchising estão a apostar na internacionalização, com Espanha e Brasil como os mercados preferenciais, mas estão também de olho em Angola, Polónia, Rússia, entre outros. Além disso, muitas marcas já se expandiram ao máximo e não têm mais por onde crescer em Portugal. Ou criam outros conceitos paralelos e associados, ou apostam na internacionalização para se expandirem.

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*