Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

UNU

Franchising em Imobiliária

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

Empreendorismo e maternidade. Como gerir a relação com os filhos?

Criar o próprio negócio implica uma grande uma grande dedicação e investimento por parte de todos os empreendedores, mais ainda das mães empreendedoras. Os primeiros anos, desde a geração da ideia de negócio, até o negócio ter sustentabilidade, exigem cuidados redobrados.

Empreender ao mesmo tempo em que se opta pela maternidade é, por isso, à primeira vista um contrassenso.

Afinal de contas, quem empreende não tem um horário fixo, tendo muitas vezes que trabalhar muito mais horas do que num emprego convencional. As possibilidades de estas empreendedoras conseguirem ir buscar os filhos à escola é quase nula, ou estar em casa antes do jantar é praticamente uma missão impossível.

Então como empreender sem abdicar da maternidade? Qual a melhor forma de gerir a relação com os filhos?

Para que a relação seja o mais saudável possível, existem algumas regras que devem ser seguidas. Conheça-as de seguida:

1. O horário é flexível, mas o trabalho tem que ser feito. Cabe-lhe a si, como empreendedora, perceber e decidir sobre a prioridade e a importância de cada atividade.

2. Tarefas e compromissos são diferentes e têm prioridade diferente: há compromissos que não podem adiados e que requerem a sua completa atenção, e há tarefas e atividades que são desempenhados ao longo do dia e que podem ser realizados, impendentemente da hora e, neste caso, a empreendedora tem poder de decisão.

3. A empreendedora deve conhecer as suas necessidades e os seus limites. É importante que perceba que não pode estar sempre disponível. O facto de ter uma certa disponibilidade horária, não significa que não tenha trabalho para fazer e obrigações para cumprir. Como empreendedora, deve saber fazer essa gestão.

4. O planeamento permite que a mãe empreendedora consiga orientar o seu tempo em função do que é importante e não em resposta a urgências ou circunstâncias. Quando planear a agenda da sua semana, tenha em conta os seus vários papéis e que tempo quer dedicar a cada um.

5. A mãe empreendedora deve respeitar os seus limites. Só assim irá garantir que vai existir frustração, atrasos incumprimento de prazos para entrega de trabalhos, atendimento indevido a clientes ou qualquer problema que venha a prejudicar o crescimento do seu próprio negócio.

6. Trabalhe a partir de casa. Atualmente, o avanço da tecnologia faz com que, cada vez mais, surjam oportunidades de negócio que, não só permitem que o trabalho seja home office, como não necessitam dos custos iniciais da criação da empresa.

7. Apostar em ideias de negócio para mães. Apesar de todas as mulheres poderem trabalhar tanto quanto os homens, infelizmente ainda é comum que a maioria das responsabilidades domésticas recaia sobre as mulheres. Nesse sentido, as mães empreendedoras precisam de maior flexibilidade para fazer tudo funcionar corretamente. Estas ideias de negócio não implicam que tenha que abdicar do tempo passado com os seus filhos.

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*