Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

UNU

Franchising em Imobiliária

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

B2B E B2C. Conhece as diferenças?

Quando um empreendedor decide criar um negócio próprio, é confrontado com informações e conceitos que muitas vezes desconhece, mas que deveria saber.

Dois deles estão relacionados com os termos B2B e B2C. Presentes na internet e em tudo o que é negócios e estratégias de marketing, estas siglas em inglês são muitas vezes difíceis de entender para empreendedores novatos.

Se é o seu caso, não desespere! Hoje vai descobrir tudo sobre o tema. Fique desse lado!

B2B E B2C definem o tipo de cliente de um negócio próprio e representam enormes diferenças nas estratégias de marketing.

B2B (Business to Business): são negócios próprios que vendem produtos ou prestam serviços para outras empresas, pessoas jurídicas. São operações que demandam maior tempo, são criteriosas. Frequentemente são comercializados grandes volumes de cada vez, existindo uma maior preocupação com qualidade, prazo de entrega e garantias. Os clientes costumam ser fiéis e fazer pedidos periódicos.

B2C (Business to Consumer): São negócios próprios que vendem produtos ou prestam serviços para o consumidor final, pessoas físicas. Essas vendas acontecem com frequência por impulso, pela vontade de consumo imediata, existindo uma baixa fidelidade dos clientes e muita competição através de preço.

E estas diferenças ditam a forma como a comunicação do negócio próprio deve ser feita e quais as estratégias de marketing a utilizar.

Logo, apesar de os canais de comunicação poderem ser os mesmo (redes sociais, sites, blogs, e-mail e lojas virtuais), a comunicação que é feita em cada caso tem que ser diferente:

Business to Business

As ações de comunicação devem ser personalizadas e realizadas com maior critério. A negociação costuma ser mais demorada e demandar mais atenção. É preciso conciliar valores, prazos de entrega, garantias e demonstrar a qualidade dos produtos ou serviços.

Ou seja, é uma comunicação que se centra mais em apresentar características do produto ou serviço que oferece, pois o cliente pretende, acima de tudo conhecer os benefícios do produto/serviço e como é que estes o vão ajudar a poupar tempo, recursos ou dinheiro. Trata-se de um processo de venda mais lento, uma compra mais premeditada e um volume de clientes reduzido mas que compram em maior quantidade.

Business to Consumer

As ações são realizadas em massa e o principal objetivo é alcançar o maior número de pessoas que se enquadre no perfil de público-alvo do negócio próprio. A comunicação precisa ser clara e direta, com conteúdo relevante que se destaque. Preço e formas de pagamentos favoráveis são essenciais para conquistar mais vendas.

Assim, numa comunicação dirigida ao consumidor final, o negócio próprio terá que reforçar a imagem da marca e apelar às emoções para despertar o desejo de compra. Muitos clientes compram por impulso, daí o esforço para que o processo de compra seja feito de forma impulsiva, recorrendo a ações que levam à tomada de decisão.

Por norma, neste tipo de negócios próprios, o número de clientes será grande, no entanto, o seu volume de compra menor.

Definir a linguagem que será usada em cada um dos canais de comunicação é crucial para definir o sucesso do seu negócio, independentemente de se tratar de um negócio B2B ou B2C.

Conheça, abaixo, 5 dicas para ter em conta quando pensar em novas estratégias de marketing. Confira!

  1. Pesquisa e planeamento

É necessário criar um mapa detalhado da estratégia. Para fazer isso, o empreendedor deve fazer uma pesquisa do público e das necessidades do seu próprio negócio.

  1. Produção de conteúdo

A produção de conteúdo é muito importante na campanha de marketing B2B. Além de gerar credibilidade para o seu próprio negócio, um bom conteúdo auxilia a captar clientes e atua no campo das vendas.

  1. Geração de leads

Os Leads são importantes para o seu próprio negócio e nada mais são do que a atração de possíveis interessados nos seus produtos ou serviços. Existem várias maneiras de gerar mais leads para o seu negócio, descubra quais são.

  1. Automação de marketing

Ao fazer a automação de marketing, o seu próprio negócio conseguirá economizar tempo, pois os processos recorrentes serão feitos automaticamente. Essa prática melhora a forma como a equipa de marketing vai interagir com um número cada vez maior de clientes.

  1. Mensuração de resultados

Estabelecer metas é importante, mas mais relevante ainda é estar por dentro do que tem sido feito para chegar lá. Por isso, a mensuração das métricas certas é muito importante para os negócios de sucesso.

 

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*