Franchising e Oportunidades - Consultoria Franchising

UNU

Franchising Imobiliária

Urban Obras

Franchising em Obras e
Remodelações

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

ALLCAN

Franchising de Coaching & Training

Guard Clean

Franchising para Técnicos em Limpeza

UNU

Franchising em Imobiliária

Branquia

Franchising de Limpeza Comercial

House Shine

Franchising em Limpezas Domésticas

5 Dicas para lidar com o não pagamento dos clientes

Infelizmente, este é uma situação bastante comum. Seja por problemas financeiros, ou por qualquer imprevisto que possa ter surgido, existem clientes que não pagam atempadamente. E existem mesmo aqueles que se recusam a pagar. Todos os negócios próprios, em determinada altura, passam por esta situação.

Mas que atitude deve o empreendedor tomar? Apesar de querer manter os seus clientes satisfeitos, existem algumas atitudes que devem ser colocadas em prática.

Hoje damos-lhe 5 dicas de como evitar ou lidar com estas situações desagradáveis, de forma bastante prática. Descubra quais são:

  1. Comunique o valor total

Quer no início da execução do serviço, como durante o mesmo, é importante que o empreendedor comunique e confirme o valor do seu serviço especialmente se este for relativamente elevado. Deste modo, o cliente terá tempo para decidir se pretende avançar e até mesmo arranjar o dinheiro. Caso lhe comunique dificuldade no pagamento, dê-lhe tempo para pensar em formas alternativas como pagamento a prestações.

  1. Faça uma abordagem progressiva

Assim que o empreendedor detetar o atraso no pagamento, deve primeiro enviar um e-mail para relembrar o cliente sobre a data de vencimento. Este primeiro contacto deve ser feito de forma amistosa e não com o intuito de cobrança e muito menos como pressão baseada em desconfiança.

Caso o cliente não responda ao email, o contacto telefónico deve ser a segunda opção. Neste telefonema, o empreendedor deve mencionar que enviou um email e que a ligação foi feita apenas porque não houve retorno.

De acordo com a resposta que receber, cabe-lhe a si, como empreendedor, negociar com o cliente. Mas como dono do seu próprio negócio, preze a estabilidade financeira do mesmo. Portanto, tente receber pelo menos parte do valor e sugira datas programadas para a quitação do valor restante.

  1. Tecnologia

Existem alturas e situações em que o cliente não tem de facto razão e dar o “não” como resposta a certos pedidos traz mais soluções do que problemas para um empreendimento. Sistemas de cobranças recorrentes podem ajudar o empreendedor, de forma a que possa acompanhar cada um dos seus clientes. Assim, é importante contar com um bom software de gestão financeira, para diminuir a falta de pagamentos e dizer quando é preciso.

4. Ofereça vantagens no pagamento a pronto

Se o cliente receber algo em troca no pagamento a pronto, muito provavelmente, o cliente vai preferir essa opção de pagamento.

Por isso, o empreendedor pode tentar colocar em prática algumas estratégias, tais como descontos e promoções nas compras seguintes, cartões especiais, que acumulam pontos que podem ser trocados por benefícios mais tarde, sorteios entre os clientes que pagam atempadamente, etc.

  1. Deixe a via da justiça para uma última opção

Em último recurso, o empreendedor pode sempre contactar o seu advogado e tentar resolver o problema pela via da justiça. No entanto, a maioria dos casos conseguem ser resolvidos através de uma comunicação flexível com o cliente. Até lá, evite fazer novos negócios com ele.

Descubra a oportunidade que mais se adequa a si.
Fale connosco!

Peça hoje mais informações!

Nome*
Email*
Franchising de Interesse
Telefone*
Localidade*